Prodígios do FM 2011: será que todos viraram? Parte – 2

Prodígios do FM 2011: será que todos viraram? Parte – 2

Caso tenha perdido a Parte 1 basta clicar no link abaixo.

Philippe Coutinho – Inter de Milão

Prodígios do FM 2011: será que todos viraram? Parte - 2
Foto: Getty Images

Com muitos altos e baixos na Inter, principalmente pela pouca idade, Coutinho foi emprestado ao Espanyol e depois comprado pelo Liverpool, por cerca de 13 milhões de euros em 2013 e suas incríveis atuações o levaram ao Barcelona, que pagou nada menos do que 145 milhões de euros pelo brasileiro.

O meia atacante, que completa 29 anos em 2021, não teve um bom início no Barça, sendo emprestado ao Bayern de Munique, onde conquistou a tríplice coroa europeia e depois voltou. Pela seleção virou peça-chave, inclusive tendo disputado a Copa de 2018.

Moussa Sissoko – Toulouse

Foto: AFP

Um verdadeiro “faz tudo” no meio campo, Sissoko foi vendido ao Newcastle em 2013, e suas incríveis atuações pelos Magpies fez o Tottenham desembolsar cerca de 35 milhões de euros pelos serviços do jogador.

No ano em que completa 32 anos, o francês conseguiu superar uma fase onde chegou a virar piada no clube londrino. Na seleção Moussa é figura constante, tendo disputado a Copa do Mundo de 2014 e a Euro de 2016.

Christian Eriksen – Ajax

Foto: reprodução

Meia de técnica apurada, Eriksen encantou com suas atuações e títulos pelo Ajax, sendo vendido por 14 milhões de euros em 2013 para o Tottenham, onde viveu a melhor fase da sua carreira, somando 226 partidas e 56 gols, tendo inclusive chegado a uma final de Champions.

Atualmente com 29 anos, o dinamarquês atua pela Inter de Milão, onde ainda busca ter a constância dos tempos de Inglaterra. No âmbito de seleções, Eriksen, que já havia disputado a Copa de 2010 com apenas 18 anos, ainda representou seu país como peça-chave na Euro de 2012 e no Mundial de 2018.

Gareth Bale – Tottenham

Foto: www.rte.ie

Suas atuações assombrosas pelos Spurs, como contra a Inter de Milão na Champions League, fizeram Bale virar um galáctico por uma quantia de 101 milhões de euros. No Real Madrid, ele chegou a fazer gol de bicicleta em uma final de Champions League, competição pela qual venceu em quatro ocasiões.

Hoje, perto dos seus 32 anos, o galês está de volta ao Tottenham e aos poucos tenta retornar à sua melhor forma . Nem é preciso falar que Bale é o pilar da seleção do País de Gales, que inclusive disputou a Euro de 2016 com uma campanha inesquecível.

Prodígios do FM 2011: será que todos viraram? Parte – 2

Miralem Pjanic – Lyon

Foto: Reuters

Meia clínico nas cobranças de falta, Pjanic foi vendido para a Roma em 2011 por 11 milhões de euros. Na capital italiana passou quatro temporadas e suas boas atuações levaram a Juventus a pagar 32 milhões de euros por ele.

Em Turim, o bósnio viveu a sua melhor fase, tendo conquistado quatro vezes a Serie A, além de duas Coppas Italia. Hoje, prestes a completar 32 anos, ele atua no Barcelona. Com a seleção, virou um dos melhores jogadores da história do seu país, tendo disputado a Copa de 2014.

VOCÊ JÁ VIU NOSSO POST SOBRE BRASILEIROS COM PASSAGENS POUCO LEMBRADAS NA EUROPA?

Sergio Canales – Real Madrid

Foto: Real Madrid

Tido como uma grande promessa do futebol espanhol desde as seleções de base, Canales foi para o Valencia primeiramente por empréstimo, ficando de vez após uma temporada. Depois de 3 temporadas marcando 5 gols em 58 partidas pelos morcegos, o meia foi vendido para a Real Sociedad.

No País Basco foram 161 partidas e 11 gols. Em 2021, aos 30 anos e com lesões graves durante sua carreira, o espanhol parece viver sua melhor fase no Real Betis. Pela Espanha, foram oito convocações.

Douglas Costa – Shakhtar Donetsk

Foto: Genya Savilov/EuroFootball/Getty Images

Vendido ao Bayern em 2015, após 29 gols em 141 partidas e vários troféus pelo Shakhtar, Douglas Costa conquistou Bundesliga e Copa da Alemanha pelo clube bávaro antes de passar três temporadas na Juventus, onde levou três italianos e uma Coppa Italia.

Perto dos 31 anos, o ponta brasileiro é jogador do Bayern de Munique, novamente. Pela seleção brasileira disputou a Copa do Mundo de 2018 na Rússia.

Prodígios do FM 2011: será que todos viraram? Parte – 2

James Rodríguez – Porto

Foto: reprodução

No ano em que completa 30 anos, James Rodríguez pode se orgulhar de ter virado um jogador de qualidade, que jogou em grandes clubes e que marcou um golaço pela Colômbia na Copa do Mundo do Brasil em 2014, torneio no qual também foi chuteira de ouro.

James foi campeão no Porto, Bayern de Munique e Real Madrid, onde inclusive ergueu duas Champions. O meia, que jogou as Copas de 2014 e 2018, atualmente joga no Everton da Inglaterra.

Jack Wilshere – Arsenal

Prodígios do FM 2011: será que todos viraram? Parte - 2
Foto: Getty Images

Tendo sido alçado à equipe principal por Arséne Wenger com 16 anos e após suas atuações contra o Barcelona em 2011, Jack Wilshere era tido como a grande esperança para a seleção inglesa. Dez anos depois a realidade passou longe disso.

Ele até faturou Copas nacionais pelo Arsenal e somou 34 convocações para o English Team, mas suas lesões atrapalharam muito sua carreira. Hoje com 29 anos, ele está no AFC Bournemouth da segunda divisão inglesa.

VOCÊ JÁ VIU NOSSO PODCAST SOBRE FUTEBOL INTERNACIONAL?

Eden Hazard – Lille

Prodígios do FM 2011: será que todos viraram? Parte - 2
Foto: PA Photos

Depois de brilhar e ser campeão na França, Hazard rumou para o Chelsea, em 2012, e se formos ver os números, vamos chegar à conclusão de que os 35 milhões de euros pagos pelos Blues ao Lillie foi uma verdadeira pechincha.

352 jogos e 110 gols, duas Ligas Europa, duas Premier Leagues e duas Copas nacionais. Nesse período ele também foi (e ainda é) um dos nomes mais famosos da geração belga. Aos 30 anos, atualmente defende o Real Madrid, onde luta para voltar à boa fase física e técnica dos tempos de Inglaterra.

Prodígios do FM 2011: será que todos viraram? Parte – 2

Stevan Jovetic – Fiorentina

Prodígios do FM 2011: será que todos viraram? Parte - 2
Foto: Getty Images

O Manchester City não titubeou em pagar 26 milhões de euros por Jovetic no verão de 2013, porém o montenegrino nunca conseguiu se adaptar à Inglaterra e repetir o que fazia na Fiorentina.

Ele chegou a ganhar Premier League e Copa da Liga com o City e foi eleito o jogador montenegrino do ano em 2009 e 2015. Porém, após passagens apagadas por Inter de Milão e Sevilla e algumas lesões, pode-se dizer que Jovetic nunca atingiu seu potencial máximo.

O atleta, que completa 32 anos em 2021, atualmente é jogador do Mônaco e, mesmo não chegando ao que todos imaginavam, ainda assim Jojo é o maior artilheiro da seleção de Montenegro.

PARTE 3

Gostou do material? Compartilhe com seus amigos.

Equipe FCA

Instagram: @FutebolComAmorbr

Twitter: @FutebolComAmor

Facebook: FutebolComAmor

Contato Comercial: contatofcamor@gmail.com

www.futebolcomamor.com.br

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *