Capitais do futebol: Oslo – Parte 1

Capitais do futebol: Oslo – Parte 1

A série “Capitais do futebol” chega na sua segunda temporada. Para começar, nós subimos no mapa da Europa e chegamos a uma das cidades com maior custo de vida de todo o planeta.

Oslo é a capital e maior cidade da Noruega, com quase 693.494 habitantes apenas na capital, compreendendo cerca de 40% de toda a área metropolitana.

Capitais do futebol: Oslo - Parte 1
Inaugurado em 2008, a Ópera de Oslo é um dos pontos mais visitados da capital.
Foto: Izzet Keribar / Getty Images

No futebol, a cidade pode não ser a mais vitoriosa da país, mas há muito do que se orgulhar, pois tem dois times entre os dez maiores campeões da liga norueguesa.

Skeid

Apesar das dificuldades de tempos recentes, o Skeid Fotball é um dos times mais vitoriosos de Oslo e de toda a Noruega.

Conhecido como Oksene (Os Touros), a equipe que manda seus jogos no acanhado Nordre Åsen Stadion, com capacidade para 264 pessoas, soma nove títulos nacionais.

O ano de 1966 foi o da sua única glória na liga norueguesa, porém na Copa da Noruega sua história é bem mais prolífica, pois foram oito conquistas, o que o coloca entre os cinco maiores campeões de todos os tempos.

Para se ter uma ideia do domínio dos touros, eles levaram quatro canecos da Copa nos anos 50, com direito a um tri seguido em 54, 55 e 56.

Além disso, a academia do Skeid é conhecida por produzir jogadores que chegaram à seleção norueguesa, como é o caso de Daniel Braaten, Daniel Fredheim Holm, Omar Elabdellaoui e Mohammed Abdellaoue.

Um fato curioso é que, apesar do seu escudo ser negro e amarelo, o Skeid joga com camisas vermelhas e calções e meiões azuis. Isso remete à origem do clube que foi resultado da fusão entre o Kristiania Ballklubb, que deu as cores do uniforme, e o Frem 1914, que originou a coloração da logo.

Capitais do futebol: Oslo – Parte 1

Lyn Oslo

O Lyn 1896 Fotballklubb, mais conhecido por aqui como Lyn Oslo, é um dos clubes mais antigos e tradicionais da Noruega e tem como casa o Bislett Stadium, usado nas Olimpíadas de Inverno de 1952.

Sua torcida, conhecida como os Bastionen (O Bastião), já teve muito o que comemorar no passado, pois o Lyn foi tetra campeão seguido da Copa da Noruega nos primórdios do futebol no país, em 1908, 09, 10 e 11.

Depois de mais um bi nos anos 40, o Bastião de Oslo viveu sua era dourada nos anos 60, onde levantaram o seu primeiro campeonato norueguês em 64, outra Copa da Noruega em 67 e o maior feito de sua história: a dobradinha de 1968, quando ergueram Liga e Copa na mesma temporada.

O Lyn revelou os nigerianos John Obi Mikel e Chinedu Obasi, vendidos para Chelsea e Hoffenheim, respectivamente. E mesmo que a transação de Mikel tenha sido cercada de polêmicas, essas vendas renderam cerca de 10 milhões de euros para o clube.

Porém dentro e fora de campo a coisa não correu bem e após algumas tentativas de salvar o clube depois de ser rebaixado, não teve jeito, o Lyn decretou falência no ano de 2010. Desde então, os torcedores se juntaram e vem tentando levantar esse gigante adormecido.

Gostou do material? Compartilhe com seus amigos.

Equipe FCA

Instagram: @FutebolComAmorbr

Twitter: @FutebolComAmor

Facebook: FutebolComAmor

Contato Comercial: contatofcamor@gmail.com

www.futebolcomamor.com.br

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *