As artilheiras das Copas do Mundo Femininas

As artilheiras das Copas do Mundo Femininas

Copa de 1991 – Michelle Akers-Stahl

As artilheiras das Copas do Mundo feminina
Foto: reprodução

Michelle Akers-Stahl foi a artilheira da primeira Copa do Mundo Feminina disputada na China em 1991. A americana foi fundamental para o primeiro título dos Estados Unidos.

Dos seu dez gols na competição, a ex-meia/atacante MARCOU CINCO nas quartas de final contra Taipé Chinês, além de anotar os dois tentos da final contra a Noruega. Vale lembrar que ela também deixou um na goleada de 5×0 no Brasil na primeira fase.

As artilheiras das Copas do Mundo Femininas

Copa de 1995 – Ann Kristin Aarønes

As artilheiras das Copas do Mundo feminina
Foto: reprodução

Pela segunda vez consecutiva, a goleadora do mundial sairia do time campeão, no caso, estamos falando de Ann Kristin Aarønes, que anotou seis gols na Copa do Mundo Feminina de 1995, sediada na Suécia.

A norueguesa fez um hat-trick frente ao Canadá e dois na Nigéria na primeira fase, além de ter marcado um gol com um peso enorme, que tombou o então campeão Estados Unidos nas semifinal.

As artilheiras das Copas do Mundo Femininas

Copa de 1999 – Sisi e Sun Wen

Fotos: Jon Buckle/EMPICS – Arte: FCA

O mundial feminino de 99 disputado nos Estados Unidos trouxe duas coisas inéditas: primeiro, a artilheira não foi campeã e, segundo, a chuteira de ouro da competição foi dividida entre duas jogadoras.

A brasileira Sisi e a chinesa Sun Wen marcaram sete gols cada uma. Tanto Brasil quanto China caíram para os EUA na semifinal e final, respectivamente.

Dos gols da Sisi podemos destacar o hat-trick contra o México, na fase de grupos, e o gol de ouro nas quartas frente a Nigéria.

Já Sun Wen, também conseguiu um triplete na primeira fase contra Ghana e também deixou dois nas semifinais contra a Noruega.

As artilheiras das Copas do Mundo Femininas

Copa de 2003 – Birgit Prinz

Foto: Getty

Novamente disputado nos EUA, o mundial de 2003 trouxe de volta uma velha regra: a artilheira saiu da seleção que levantou o troféu. E ela foi Birgit Prinz, que balançou as redes adversárias sete vezes.

Das sete partidas da Alemanha no campeonato, a atacante deixou o dela em seis e, por mais que não tenha marcado na final, saiu como artilheira e campeã do mundo.

As artilheiras das Copas do Mundo Femininas

Copa de 2007 – Marta

Foto: reprodução

Pela primeira vez, a considerada por muitos como a melhor jogadora de futebol da história, foi artilheira de uma Copa do Mundo Feminina com sete gols marcados, porém o Brasil acabou com o vice-campeonato ao perder para a Alemanha na decisão.

No mundial disputado na China, Marta marcou dois contra os Estados Unidos na semifinal, sendo um deles uma verdadeira pintura que você pode ver abaixo.

As artilheiras das Copas do Mundo Femininas

Copa de 2011 – Homare Sawa

As artilheiras das Copas do Mundo feminina - Homare Sawa
Foto: reprodução

Disputada na Alemanha, a edição de 2011 do mundial feminino trouxe um campeão inédito, a seleção do Japão, que também teve a artilheira da competição.

Homare Sawa fez cinco gols, sendo um deles de um importância absurda: o do empate na final frente aos Estados Unidos faltando 3 minutos para o final do segundo tempo da prorrogação, que levou o jogo para os penaltys e deram o troféu à seleção japonesa.

Copa de 2015 – Célia Šašić

Célia Šašić -
Foto: Bongarts/Getty Images

No mundial disputado em 2015 no Canadá, a Alemanha não levou o troféu, mas teve a goleadora da competição. No caso, estamos falando de Célia Šašić, que anotou seis gols.

Šašić marcou um hat-trick na goleada de 10×0, eu disse 10×0, frente a Costa do Marfim na estreia. Ela também anotou nas oitavas e quartas, mas a Alemanha parou para os EUA na semifinal.

Copa de 2019 – Alex Morgan, Megan Rapinoe e Ellen White

Alex Morgan, Megan Rapinoe e Ellen White
Fotos: Michael Chow/USA Today Sports, Richard Heathcote/Getty Images, Getty
Arte: FCA

Na edição de 2019, sediada na França, tivemos três artilheiras, todas elas falando inglês. Ellen White marcou seis gols, mas a sua Inglaterra parou na semifinal, justamente, para a seleção das outras duas goleadoras.

Alex Morgan e Megan Rapinoe também anotaram seis tentos cada, mas além da chuteira de ouro também saíram com o caneco de campeãs da competição.

As americanas marcaram na SAPATADA de 13×0 frente a Tailândia, quando Morgan marcou cinco vezes. Rapinoe marcou também nas oitavas, quartas e na grande final e Alex foi fundamental com seu gol na semi.

Gostou do material? Compartilhe com seus amigos.

Equipe FCA

Instagram: @FutebolComAmorbr

Twitter: @FutebolComAmor

Facebook: FutebolComAmor

www.futebolcomamor.com.b

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *