Barcelona 100: Como foi o centenário dos Blaugranas

O Barcelona foi fundado em 29 de novembro de 1899. Seu centenário foi comemorado durante a temporada 1999/2000 do futebol europeu e nós vamos te mostrar como foi.

Barcelona 100: Como chegou?

O Barça vinha de uma temporada de sentimentos conflitantes, que começou com uma derrota para o Mallorca na Supercopa da Espanha.

Na Copa do Rei, duas derrotas dentro e fora de casa para o Valencia selaram a sua eliminação precoce nas quartas de final.

Na Champions League, o sonho de disputar a final em casa foi embora bem cedo, ao ser o eliminado no grupo da morte, que ainda tinha Bayern de Munique e Manchester United, justamente os times que fariam a final no Camp Nou.

A temporada foi salva pela sua campanha no Campeonato espanhol, onde se sagrou campeão com onze pontos de vantagem para o vice Real Madrid.

Barça campeão da La Liga de 98/99.

Barcelona 100: Quem chegou?

Dani García foi a contratação mais cara dos culé para o ano do centenário. Foram 15 milhões de euros pagos ao Mallorca pelo centro-avante que já havia sido campeão da Champions League com o rival Real Madrid.

Dani García.
Dani García.

Também chegaram naquela temporada o meia finlandês Jari Litmanen vindo do Ajax e o ponta português Simão Sabrosa do Sporting Lisboa, por 4 e 3 milhões de euros, respectivamente.

Carles Puyol, que viria a ser uma referência do clube, também era uma novidade na equipe principal vindo do Barcelona B. O zagueiro francês Frédéric Déhu chegou do Lens a custo zero.

Carles Puyol.
Carles Puyol.

O manto

Barcelona

O time

Barcelona
Da esquerda para a direita: Em pé: Arnau, Kluivert, Rivaldo, L. Enrique, Guardiola e Déhu.
Agachados: Reiziger, Cocu, F. de Boer, Zenden e Figo.

Treinador: Louis van Gaal

Barcelona

Barcelona 100: Supercopa

A temporada começou como a última: fracasso na Supercopa, só que dessa vez para o Valencia. Derrota de 1×0 no Mestalla e empate de 3×3 no Camp Nou.

Barcelona 100: Copa do Rei

Os comandados de Louis van Gaal partiram com tudo para a glória na copa acional. Após eliminar o Osasuna com duas vitórias dominantes, encarou o Atlético de Madrid nas semifinais.

E o Barça tomou um verdadeiro passeio dos colchoneros em ambas as partidas: foram dois 3×0, no Vicente Calderón e no Camp Nou.

Barcelona 100: La Liga

O Barcelona terminou a La Liga do seu centenário na segunda posição, a cinco pontos do campeão Deportivo La Coruña. Vale ressaltar que o clube não conseguiu ganhar nenhum El clássico nessa temporada, com um empate de 2×2 em casa e uma derrota de 3×0 para o Real Madrid no Santiago Bernabéu.

Barcelona 100: UEFA Champions League

Os blaugrana caíram no grupo B, ao lado de Arsenal, Fiorentina e AIK e não houve grandes problemas, pois a equipe se classificou em primeiro e invicta com 14 pontos. Destaque para as duas vitórias de 4×2 sobre Fiorentina e Arsenal e a sonora goleada de 5×0 sobre o AIK.

Nas segunda fase de grupos, ao lado de Porto, Hertha Berlin e Sparta Praga, foi mais um show: primeira colocação com 16 pontos e invencibilidade mantida, destacando a sapatada de 5×0 no Sparta Praga e as vitórias sobre Porto e Hertha.

No mata-mata, que na época já começava nas quartas de final, o Barcelona encarou o Chelsea, que tinha Tore André Flo voando. Na primeira partida em Londres, com 38 do primeiro tempo, o Barça já perdia de 3×0 com dois de Flo. Figo fez o de honra para os catalães. Final: derrota de 3×1 e uma missão espinhosa para o jogo da volta.

No Camp Nou, a equipe catalã entrava em campo sabendo que tinha que ganhar de 2×0 para se classificar, tanto que a própria torcida fez um mosaico escrito “2-0”. (Como você pode conferir no vídeo mais abaixo).

A equipe espanhola conseguiu o objetivo ainda no primeiro tempo, com gols de Rivaldo e Figo, porém aos 15 da segunda etapa Tore André Flo (de novo) empatou após uma trapalhada do goleiro Hesp.

Drama na Catalunha, que durou até menos de 10 minutos para o final da partida, quando Dani García desviou o cruzamento para levar o jogo para a prorrogação. Isso porque Rivaldo perdeu um penalty aos 86, que foi um tremendo balde de água fria para os culé.

O raio caiu no mesmo lugar quando Babayaro derrubou Figo na área e foi expulso. Assim uma segunda chance caía no colo de Rivaldo, que dessa vez não desperdiçou já no primeiro tempo da prorrogação. A partir daí, ficou mais fácil e Kluivert subiu firme para selar a classificação.

Depois desse drama, a caminhada europeia do Barça no centenário acabou em um confronto caseiro contra o Valencia. Um 4×1 no Mestalla na ida selou a derrota. A vitória de 2×1 dos culé na volta na Catalhunha não foi suficiente.

Amistoso contra a seleção Brasileira

No dia 28 de abril de 1999, o Barcelona enfrentou a seleção brasileira em um amistoso em comemoração ao centenário do clube. A partida terminou em 2×2.

Gostou do material?  Compartilhe com seus amigos.

Equipe FCA

Instagram: @FutebolComAmorbr

Twitter: @FutebolComAmor

Facebook: FutebolComAmor

www.futebolcomamor.com.br

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *