Boca Juniors 100: Como foi o centenário dos Xeneizes

O Club Atlético Boca Juniors foi fundado em 3 de abril de 1905, então, seu centenário foi celebrado durante a temporada 2005/2006 do futebol argentino e nós vamos relembrar como foi.

Boca Juniors 100: Como chegou?

Na temporada anterior ao centenário o Boca teve uma dolorosa derrota na final da Libertadores para o Once Caldas da Colômbia e também não passou nem perto dos títulos do Apertura e o Clausura da temporada 04/05.

O lado bom é que a temporada não acabou zerada e ainda por cima com mais uma taça internacional, já que o time conseguir erguer a Copa Sul-Americana daquele ano, deixando times como San Lorenzo e Internacional pelo caminho.

Boca campeão da Copa Sul-Americana de 2004.
Boca campeão da Copa Sul-Americana de 2004.

Boca Juniors 100: Quem chegou?

O Azul y Oro abriu os cofres para o ano do centenário gastando mais de 8 milhões de euros em contrações. As mais caras foram os meias Federico Insúa vindo do Independiente, por 2.48 milhões de euros, e Daniel Bilos do Banfield, por 2 milhões.

Boca Juniors
Federico Insúa e Daniel Bilos.

Também chegaram o lateral esquerdo Juan Krupoviesa do Estudiantes e os repatriados Sebastián Battaglia, vindo do Villareal, e Hugo Ibarra que estava no Espanyol. Vale também a lembrança da contratação do lateral brasileiro Baiano a custo zero.

O manto

O Time

Da esquerda para a direita: Em pé – Ibarra, Schiavi, Díaz, Abbondanzieri, Gago e Krupoviesa.
Agachados: Insúa, Palacio, Battaglia, Palermo e Bilos.

Boca Juniors 100: Recopa Sul-Americana

Uma vingança saborosa no ano do seu centenário foi quando os Xeneizes bateram o Once Caldas em dois jogos e levantaram a Recopa Sul-Americana.

Boca Juniors 100: Campeonato argentino

Foi um ano memorável para os boquenses que faturaram o torneio Apertura de forma emocionante, subindo ao primeiro lugar na última rodada.

Rodrigo Palacio liderou a equipe em matéria de gols marcados, somando um total de 10 tentos no torneio.

Boca Juniors 100: Copa Libertadores

Os comandados de Alfio “Coco” Basile caíram no grupo 8, ao lado do Pachuca do México, Sporting Cristal do Peru e do Deportivo Cuenca do Equador e se classificaram sem grandes problemas na primeira posição. Destaque para o 4×0 sobre o Pachuca na Bombonera.

Nas oitavas, eliminaram o Júnior de Barranquilla com um empate na Colômbia e outra goleada de 4×0 na Argentina. Nas quartas, uma inesperada derrota de 4×0 frente ao Chivas no México sacramentou a eliminação, que seria fechada com o 0x0 na volta.

Boca Juniors 100: Copa Sul-Americana

Atual campeão, o Boca entrou direto nas oitavas de final da Copa Sul-Americana da temporada 2005 e logo de cara mostrou força ao empatar a primeira com o Cerro Porteño no Paraguai e lançar uma sonora goleada de 5×1 no jogo da volta em Buenos Aires.

Nas quartas, uma derrota para o forte time do Internacional de Porto Alegre. A primeira partida no Beira-Rio ligou o alerta e, mais uma vez, a Bombonera pulsou a seu favor, pois conseguiu fazer 4×1 em um jogo emocionante e eliminar o time brasileiro.

Nas semifinais, um roteiro diferente: primeiro jogo em casa com um tropeço de 2×2 e a vaga na decisão seria no Chile com a Universidad Católica tendo a vantagem do empate. Pelo jeito, as energias da Bombonera foram enviadas para o zagueiro Schiavi, que apareceu na área aos 14 da segunda etapa para fazer o gol que levaria o Boca à final.

Na final, assim como na eliminação da Libertadores, mais uma longa viagem até o México, agora para enfrentar o Pumas. Foram confrontos duríssimos para os Xeneizes.

Após empatar a primeira de 1×1 na Cidade do México, o Boca confiou tudo na Bombonera para arrematar o título e um novo 1×1 fez com que a partida fosse para os penaltys.

Aí brilhou a estrela do goleiro Pato Abbondanzieri, que catou dois e, somando a uma batida na trave do Pumas, coube a ele mesmo bater o penal decisivo para dar o troféu continental aos boquenses e fazer a Bombonera vir abaixo.

Gostou do material?  Compartilhe com seus amigos.

Equipe FCA

Instagram: @FutebolComAmorbr

Twitter: @FutebolComAmor

Facebook: FutebolComAmor

www.futebolcomamor.com.br

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *