Entrevista com Patrick Lips: diretor do KAA Gent da Bélgica

O Futebol com Amor teve a oportunidade de bater um papo com Patrick Lips, diretor de um dos clubes mais tradicionais da Bélgica, o Koninklijke Atletiek Associatie Gent, que vem crescendo cada vez mais no país.

A fusão das ligas belga e holandesa, o não aproveitamento de Kevin de Bruyne e outros assuntos interessantes nortearam essa entrevista que foi uma verdadeira aula de futebol belga.

1 – Aqui no Brasil, em matéria de clubes belgas, a maioria conhece apenas Anderlecht e Club Brugge.

Qual é o tamanho e a importância do KAA Gent na história do futebol belga?

“Na Bélgica, nós temos o “traditionsvereinen”, que são os três clubes tradicionais com as maiores médias de torcida no estádio e maior história: Anderlecht (34 títulos), Club Brugge (16 títulos) and Standard (10 títulos).”

Anderlecht, Club Brugge e Standard Liége formam a "santíssima trindade" do futebol belga.
Anderlecht, Club Brugge e Standard Liége formam a “santíssima trindade” do futebol belga.

“Eles vêm dominando o futebol belga por anos, mas nos últimos dez, dois clubes começaram a desafiá-los: KAA Gent e Racing Genk. Tudo mudou quando o Gent construiu o seu novo estádio em 2013, a Ghelamco Arena: um estádio moderno de tecnologia avançada com capacidade para 20 mil pessoas, supermercado, farmácia, academia e praça de alimentação onde os torcedores podem se socializar, beber e comer.”

Ghelamco Arena
Realmente, a Ghelamco Arena é uma belezura.

“Como resultado, o clube dobrou tudo: as médias de público subiram para 20 mil e o número de VIP’s para 2 mil, mais de 300 eventos por ano foram organizados e dois anos depois nós ganhamos o campeonato belga!”

“No momento o KAA Gent é considerado o segundo maior clube da Bélgica e, financeiramente, um dos mais saudáveis, com um bom modelo de negócios e um sistema inteligente de capitação de novos talentos.”

2 – Mesmo que não muito conhecido por aqui, os poucos brasileiros que conhecem o KAA Gent dizem que seu logo é um dos mais bonitos do futebol, qual é a origem do índio no escudo do clube?

“Em 1907, o circo americano Buffalo Bill, estava viajando pela Europa e se apresentou algumas vezes na nossa cidade. A atração principal era o Buffalo Bill perseguindo búfalos e índios. A platéia gritou “Vamos Buffalo”. Depois de alguns anos esse virou o apelido do clube e o índio virou nosso símbolo/escudo. O índio também reflete a mentalidade do povo de Ghent: orgulhoso, teimoso, sempre pedindo respeito com um positivo espírito de luta.”

"Nós somos uma família, nós somos Buffalo.
“Nós somos uma família, nós somos Buffalo.”

“Eu me lembro quando os torcedores vinham para os jogos vestidos de índio! Mas com hooliganismo nos anos 70 era impossível fazer isso. Quando os jogos olímpicos foram organizados na Antuérpia em 1920, muitos atletas belgas que vieram de Gante saudavam os atletas americanos com o grito de “Buffallo”.”

3 – O que o KAA Gent representa para a cidade de Gante?

“O estádio se tornou um ponto de referência para a cidade. Muitos turistas vêm para visitá-lo. Há uma cooperação próxima entre a cidade e o clube, inclusive o KAA Gent tem uma fundação que também ajuda a cidade, organizando atividades comunitárias para crianças com necessidades, moradores de ruas, escolas e hospitais. A Fundação KAA Gent foi eleita uma das melhores da Europa!”

Crianças ajudadas pela Fundação KAA Gent.
Crianças ajudadas pela Fundação KAA Gent.

4 – O KAA Gent ganhou o seu primeiro campeonato belga em 2015 e na temporada seguinte chegou às oitavas de final da Champions League, depois de deixar para trás, na fase de grupos, equipes do calibre de Lyon e Valencia.

Você pode descrever o quanto foi mágico esses dois anos para o clube e a cidade?

” 2015 foi um ano fantástico e mágico: nosso primeiro título foi uma surpresa para os outros clubes e torcedores. Quando voltamos do nosso último jogo contra o Anderlecht nós fomos recebidos por 125 mil pessoas na cidade. Enquanto entrávamos na cidade em 20 pequenos barcos essas pessoas estavam na margem do rio e no centro da cidade. Aquele foi um momento inesquecível e histórico, a melhor experiência de todas! Nós éramos um “gigante adormecido” por mais de 100 anos, tendo ganhado três copas da Bélgica, mas agora nós ganhávamos nosso primeiro campeonato belga! O clube foi fundado em 1900 e é o sétimo clube mais antigo da Bélgica.”

O KAA Gent campeão belga de 2015 celebrando o título na volta para casa.
O KAA Gent campeão belga de 2015 celebrando o título na volta para casa.

5 – Como o KAA Gent trabalha fora de campo para conseguir novos torcedores?

“Gante é uma cidade com 250 mil habitantes (400 mil se incluirmos os subúrbios). Nós somos o time número um na região agora.. Como estávamos jogando a Champions League batendo nomes como Valencia, Zenit Lyon e também na Liga Europa, onde batemos o Tottenham, nós ficamos muito populares na Bélgica e atraímos muitos torcedores de fora da região. Isso leva tempo, mas nós estamos estreitando a distância com os clubes tradicionais em termos de popularidade.”

6 – Sobre a criação da BeNe Liga, você acha que a ideia de fundir as ligas da Bélgica e da Holanda realmente acontecerá? Qual é a posição do clube sobre essa possibilidade?

“Eu começo a acreditar que aconteça, o contrato com a televisão pode aumentar muito com a BeNe Liga juntando os dois países. O número de grandes jogos irá aumentar e o nível do futebol irá melhorar também, pois haverá uma competitividade maior. Eu espero que possa começar em 2024 ou 2025, mas ambos os países precisam resolver muitos problemas antes como fatores fiscais e formato da competição.”

8 – Quem é considerado o melhor jogador da história do KAA Gent?

Brian Ruiz
Brian Ruiz atuou no KAA Gent entre 2006 e 2009.

“Eu acho que o costa-riquenho Brian Ruiz foi o melhor jogador da história do clube: forte técnica, marcava gols facilmente, inteligente, humilde e equilibrado. No momento nós temos o canadense Jonathan David, que está mostrando as mesmas qualidades e tem apenas 20 anos.”

9 – Kevin de Bruyne passou seis anos de sua carreira nas categorias de base do KAA Gent, porque ele não ficou mais tempo no clube?

“Nós não conseguimos mantê-lo, pois tivemos problemas financeiros. Em 2000 tivemos um débito de 23 milhões de euros! Agora nós temos um clube saudável. Seus pais não tiveram escolha e levaram ele para o Racing Genk quando ele tinha 12 anos. Mas ele é um dos melhores da sua geração. Me surpreendeu ver o quanto que ele cresceu para ser um dos melhores na Premier League. Grande cara!”

Kevin de Bruyne
Hoje um dos melhores do mundo, De Bruyne passou 6 anos nas categorias de base do KAA Gent.

10 – Qual é o grande rival do KAA Gent?

“Nosso principal rival é o Club Brugge. Nós perdemos muitos torcedores para eles nos anos 70, quando nosso clube estava em uma posição sombria, onde chegamos a ir para a terceira divisão. Nosso torcedores adotaram o Club Brugge, pois eles estavam ganhando tudo naquela época. Esse é o jogo mais emocionante da temporada. No momento nós somos os dois melhores clubes da Bélgica.”

 Brugge x Gent
A rivalidade entre Brugge x Gent é acirrada.

Patrick Lips terminou falando sobre os planos do KAA Gent para o futuro.

“Nós somos muito ambiciosos e queremos ser o número um. Nosso presidente Ivan De Witte e nosso CEO Michel Louwagie estão no comando há 30 anos, que eu também completarei no início da próxima temporada! Trabalhei por 25 anos como diretor comercial e agora, mesmo um pouco afastado, ainda trabalho como diretor de comunicação. O sucesso do clube é acreditar e seguir em frente, pois nada é impossível.”

Patrick Lips
Patrick Lips.

A equipe Futebol com Amor agradece a disponibilidade do amigo Patrick Lips. A entrevista foi uma verdadeira aula!

Gostou do material?  Compartilhe com seus amigos.

Equipe FCA

Instagram: @FutebolComAmorbr

Twitter: @FutebolComAmor

Facebook: FutebolComAmor

Canal no Youtube: FutebolcomAmorSite

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *