Atacantes africanos que entraram para a história

Vamos falar sobre os maiores atacantes africanos da história. Lembrando que vamos abordar apenas atacantes que já encerraram a carreira.

Atacantes africanos que entraram para a história

Nwankwo Kanu

Atacantes africanos que entraram para a história. Kanu

“Olha o Kanu, perigoso, bateu, acabooou”, assim narrou Galvão Bueno, quando o atacante africano fez o gol de ouro que eliminou o Brasil das olimpíadas de 96. Virou meme e se fala até hoje, mas Kanu foi muito mais do que isso.

O nigeriano passou por grandes clubes do futebol como Ajax, Inter de Milão e Arsenal, sendo campeão em todos. Além de títulos nacionais, o africano foi campeão da Champions League, com o Ajax em 95 e da Copa da UEFA, com a Inter em 97.

Na Inglaterra, fez parte do time invencível do Arsenal, campeão inglês de 03/04, além de ganhar uma Copa da Inglaterra, com o Portsmouth. Com a seleção foi campeão mundial sub-17 e medalha de ouro nos jogos olímpicos de 96.

Atacantes africanos que entraram para a história

Samuel Eto’o

Atacantes africanos que entraram para a história. Eto'o

Samuel Eto’o Fils pode muito bem ser considerado o melhor jogador africano de sempre. Atacante rápido e preciso na finalização, conquistou três vezes a Champions League, duas com o Barcelona e uma com a Inter de Milão.

Na Espanha, além dos títulos com o Barça, o camaronês também conseguiu a façanha de levantar uma Copa do Rei com a camisa do Real Mallorca.

Com a seleção de Camarões foi medalha de ouro na olimpíada de 2000, além de ganhar duas vezes a Copa das nações africanas. Eto’o é o maior artilheiro da história do país, com 56 gols.

Atacantes africanos que entraram para a história

Didier Drogba

Atacantes africanos que entraram para a história. Drogba

Força, potência e precisão. Assim poderíamos definir esse atacante que foi um dos melhores da primeira década dos anos 2000. Drogba foi o maior expoente da geração de ouro da Costa do Marfim.

Sem dúvida, sua melhor fase foi no Chelsea, onde arrematou quatro campeonatos ingleses, quatro Copas da Inglaterra, três Copas da Liga e o maior feito de todos: o título da UEFA Champions League de 2012. O marfinense é o quarto maior artilheiro do time de Londres, com 164 gols.

Na Turquia, o atleta também foi campeão da liga e da Copa nacional, com o Galatasaray. Com sua seleção nunca levantou nenhum troféu, mas é o maior artilheiro do país, com 65 gols marcados.

Atacantes africanos que entraram para a história

George Weah

Atacantes africanos que entraram para a história. Weah

George Manneh Oppong Weah é até hoje o único jogador a receber o prêmio de melhor do mundo sem ter nascido na América do Sul ou Europa.

O forte atacante teve sua melhor fase no Milan, onde ganhou dois campeonatos italianos. Na França, foi campeão de tudo: uma liga e três Copas com o PSG e uma Copa com o Monaco.

Na Inglaterra, o liberiano ganhou a FA Cup, com o Chelsea na temporada de 99/00.

Atacantes africanos que entraram para a história

El Hadji Diouf

Se formos puxar as estatísticas. Diouf não foi isso tudo, mas ele conseguiu marcar na história pelas suas ótimas atuações na Copa do Mundo de 2002, quando foi decisivo para que a seleção de Senegal chegasse às quartas de final daquele mundial.

No mesmo ano, o atacante levou seu país ao vice-campeonato da Copa das nações africanas. Por clubes, foi campeão da Copa da Liga inglesa, com o Liverpool e da Copa da liga escocesa e do campeonato escocês, com o Rangers.

Diouf foi eleito o jogador africano do ano em 2001 e 2002, além de figurar na seleção da FIFA do mundial de 2002.

Atacantes africanos que entraram para a história

Rabah Madjer

Rabah Madjer

O maior jogador que a Argélia já produziu, Madjer marcou seu nome na história do Porto de Portugal, onde foi peça decisiva para a conquista da Copa dos Campeões de 1987.

O atacante também levantou três campeonatos portugueses, duas Copas de Portugal e uma taça intercontinental com os dragões. Pelo seu país, foi campeão da Copa das nações africanas de 1990.

Atacantes africanos que entraram para a história

Abedi Pele

Abedi Pele

Não são poucos os que consideram Abedi Pele, o maior africano de sempre. O ganês foi parte importante do título da UEFA Champions League do Olympique de Marseille, da temporada 92/93.

No clube francês, o africano também levantou dois campeonatos franceses. Em matéria de seleção, ele foi campeão da Copa das Nações africanas de 1982.

Atacantes africanos que entraram para a história

Roger Milla

Roger Milla

Não é exagero dizer que Roger Milla colocou Camarões no mapa. Pelo menos, para os brasileiros. O atacante fez uma Copa do mundo de 90 que é lembrada até hoje. Além disso, é o jogador mais velho a marcar em uma Copa do mundo, em 94, aos 42 anos.

Também conseguiu levantar troféus com sua seleção: foram duas Copas das Nações africanas, em 84 e 88.

Em clubes, foi campeão da Copa da França, com Monaco em 1980 e com o Bastia em 1981.

Atacantes africanos que entraram para a história

Benni McCarthy

Não é exagero dizer que Benni McCarthy é o melhor jogador bafana bafana da história. O atacante foi campeão de tudo na Holanda, com Ajax, e fez o mesmo em Portugal atuando pelo Porto, onde levantou a UEFA Champions League da temporada 2003/2004, único sul-africano a conseguir tal feito.

McCarthy defendeu a seleção da África do Sul por 15 anos, atendendo a 80 convocações. O atleta é o maior artilheiro da história do país, com 31 gols marcados.

Gostou do material?  Compartilhe com seus amigos.

Equipe FCA

Instagram: @FutebolComAmorbr

Twitter: @FutebolComAmor

Facebook: FutebolComAmor

Canal no Youtube: FutebolcomAmorSite

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *