Países pequenos promovidos pelo futebol Parte 2

Países pequenos promovidos pelo futebol Parte 2 – Vamos continuar a lista de países com pouca população ou extensão territorial, que graças ao futebol, conseguiram se promover no cenário mundial.

Ah, caso você não viu a parte 1, clique aqui.

Países pequenos promovidos pelo futebol Parte 2


Países pequenos promovidos pelo futebol Parte 2 – Uruguai 

Países pequenos promovidos pelo futebol - localização do Uruguai no mapa.

O Uruguai é um caso que precisa ser estudado, pois o país que tem uma das menores populações e extensões territoriais e ainda assim consegue ser mais vitorioso do que nações com muito mais recursos, sejam eles de material humano ou econômico. 

“Paisito” conquistou duas copas do mundo: a primeira de todas em 1930 e em 1950,  no chamado “Maracanazo”, onde bateu o anfitrião Brasil e calou o recém construído Maracanã. Em Copa América, foram nada mais do que 15 taças, sendo o maior vencedor da competição.

Países pequenos promovidos pelo futebol - Foto do gol da vitória uruguaia contra o Brasil na copa de 50, marcado por Ghiggia.
Ghiggia batendo Barbosa e calando o Maracanã.

Os uruguaios ainda foram medalha de ouro duas vezes, nas Olimpíadas de 24 e 28, por isso além de ser conhecida como “Celeste Olímpica”, a seleção ainda ostenta  duas estrelas em referência a essas honrarias, junto com as dos mundiais.

Países pequenos promovidos pelo futebol - Foto do logotipo da Escudo da associação uruguaia de futebol.
Escudo da associação uruguaia de futebol.

A ex-Província Cisplatina figura como o terceiro maior vencedor da Libertadores, somando os 5 títulos do Penãrol com 3 do Nacional. No âmbito mundial, estão na quinta colocação, com 6 títulos intercontinentais, à frente de países como Alemanha e Inglaterra.

Países pequenos promovidos pelo futebol - Foto de momentos em que Penãrol e Nacional foram campeões da Libertadores.
Peñarol e Nacional: dois titãs do futebol Sul-Americano.

Todo esse sucesso foi graças a jogadores que marcaram o esporte mundial como Pedro Rocha, Enzo Francescoli, Diego Forlán, Obdulio Varela, Mazurkiewicz, Edinson Cavani, Luis Suarez e poderia ter citado mais uns 10.

Países pequenos promovidos pelo futebol Parte 2 – Croácia

Países pequenos promovidos pelo futebol - localização da Croácia do mapa.

Esse pequeno país, localizado nos balcãs, é provavelmente o mais promovido por conta do futebol. A camisa branca quadriculada de vermelho, chamada de “toalha de cantina” é a sua marca registrada.

O fardamento característico foi, e é, envergado por jogadores que não só se destacaram pela seleção, mas também por clubes gigantes na Europa. E isso tudo em pouquíssimo tempo, já que a região só conseguiu sua independência da ex-Iugoslávia em 91.

Países pequenos promovidos pelo futebol - foto da camisa da seleção croata.
Camisa da seleção da Croácia.

Com apenas 7 anos de nação estabelecida, a Croácia conseguiu não apenas se classificar para a Copa da França, em 98, como chegou às semifinais.

Os pontos altos da campanha foram, inegavelmente, os 3 x 0 sobre a Alemanha, nas quartas e a vitória frente a Holanda na decisão do 3º lugar. Essa copa apresentou para o mundo Davor Suker, um dos maiores atacantes de sua geração, que foi o artilheiro da competição com 6 gols. Ainda podemos citar Zvonimir Boban, Robert Prosinečki e Robert Jarni. 

Países pequenos promovidos pelo futebol - jogadores croatas comemorando o 3º lugar em 98.
Suker e Boban segurando a bandeira, comemorando o 3º lugar em 98

Vinte anos depois, os croatas fizeram história novamente chegando à final da Copa de 2018, após uma campanha perfeita na fase de grupos, ficando à frente da Argentina e eliminando a Inglaterra nas semis.

Países pequenos promovidos pelo futebol - foto da equipe croata vice-campeã em 1998.
O desolado Modrić acena para a torcida após a derrota na final da Copa de 2018.

Dessa seleção Luka Modrić foi o destaque, sendo eleito o melhor jogador do mundo de 2018. Além de Luka, Ivan Rakitić e Mario Mandžukić também brilharam.

Países pequenos promovidos pelo futebol Parte 2 – Libéria

Países pequenos promovidos pelo futebol - localização da Libéria no mapa.

Apesar de sua pequena população, o país localizado à oeste do continente africano foi capaz de produzir um jogador que foi sem dúvida um dos melhores atacantes dos anos 90. Obviamente, estamos falando de George Weah, ídolo do Milan onde foi campeão 2 vezes da série A.

Weah levantando a bola de ouro da France Football.
Weah levantando a bola de ouro da France Football

O liberiano ainda levantou taças jogando no Mônaco, Paris Saint Germain e Chelsea. Em 1995, foi eleito o melhor jogador do mundo pela FIFA e ganhou a Bola de Ouro da France Football. Sua moral na nação é tão grande que só para exemplificar, o ex-atacante, foi eleito em 2018, o vigésimo quinto presidente da Libéria.

Países pequenos promovidos pelo futebol - Foto de Weah presidente da Libéria.
George Weah: tão lenda que virou até presidente.

Países pequenos promovidos pelo futebol Parte 2 – Bulgária

Países pequenos promovidos pelo futebol - localização da Bulgária no mapa.

 Não se assuste por todos os nomes desse texto terminarem em “Ov”. Feito o aviso, vamos falar do país que tem quase a mesma população do estado de Santa Catarina, que, não apenas, conseguiu fazer campanha forte em copa do mundo como ainda produziu jogadores de sucesso pela Europa.

A seleção búlgara conseguiu em 1994 o seu maior feito no futebol, mas, antes de tudo, foi em 1993 que o brilho começou, ao eliminar a França em Paris para carimbar o passaporte para os Estados Unidos. 

Países pequenos promovidos pelo futebol - foto da seleção búlgara na Copa de 94.
seleção búlgara na Copa de 94.

A Bulgária chegou no torneio sem nunca ter vencido uma partida em mundiais e saiu como uma das 4 melhores do mundo. Na primeira fase, venceu a Argentina. No mata-mata derrubou México e Alemanha, caindo na semi após fazer jogo duro frente a Itália. Dessa seleção podemos destacar Stoichkov, Lechkov, Kostadinov e Trifon Ivanov.

Foto de Lechkov, Ivanov, Kostadinov e o craque Stoichkov.
Lechkov, Ivanov, Kostadinov e o craque Stoichkov.

E se teve alguém responsável por colocar a Bulgária no mapa do futebol foi, sem dúvida, Hristo Stoichkov, que foi um dos expoentes da seleção na Copa de 94 e ainda foi o artilheiro da competição com 6 gols. “El Pistolero”, como era conhecido pelos torcedores do Barcelona, foi 5 vezes campeão espanhol além de ter levantado a Champions League de 92, com o time catalão.

foto de Stoichkov campeão da Champions, Bola de Ouro e chuteira de ouro.
Stoichkov: Campeão da Champions, Bola de Ouro e Chuteira de ouro.

O meia ainda recebeu a Bola de Ouro da France Football, em 1994. Outros jogadores búlgaros de sucesso foram Hristo Bonev, considerado um dos melhores jogadores da Europa, nos anos 70, e Dimitar Bernatov, que fez sucesso no Bayer Leverkusen, Tottenham e Manchester United.

Países pequenos promovidos pelo futebol Parte 2 -Togo

localização de Togo no mapa.

Tirando professores de Geografia e algumas outras poucas profissões é difícil que alguém soubesse da existência do país africano antes que Emmanuel Adebayor começasse a brilhar com a camisa do Arsenal, na Inglaterra. 

Foto de Adebayor com a camisa do Arsenal.
Adebayor viveu sua melhor fase no Arsenal.

Nascido na capital Lomé, o atacante ainda jogou por times como Tottenham e Real Madrid e seu maior feito foi ter levado a seleção togolesa à Copa do Mundo de 2006, disputada na Alemanha.

Gostou do material?  Compartilhe com seus amigos.

Equipe FCA

Instagram: @FutebolComAmorbr

Twitter: @FutebolComAmor

Facebook: FutebolComAmor

Canal no Youtube: FutebolcomAmorSite

One Comment

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *